sub som

ENTREVISTA: Muse

Posted in entrevista, show by Bruno Boghossian on 29 julho, 2008

A banda Muse, famosa por suas apresentações envolventes, se prepara para uma série de três shows no Brasil. O trio britânico de rock se apresenta amanhã, dia 30 de julho, no Rio de Janeiro; quinta-feira, dia 31, em São Paulo; e dia 2 de agosto no festival Porão do Rock, em Brasília.

A banda que é sucesso no circuito alternativo do país tenta se distanciar das freqüentes comparações com os conterrâneos do Radiohead. Em entrevista exclusiva ao Sub Som, o baterista Dominic Howard não quis responder às perguntas sobre o assunto, mas falou sobre a expectativa em relação ao público sexy nas três cidades brasileiras e contou que o grupo se prepara para lançar um novo álbum em aproximadamente um ano.

O Muse ganhou muitos prêmios de “melhor show” nos últimos anos. Por que vocês acham que essas apresentações fazem tanto sucesso?

Tocar ao vivo é muito importante para nós e é algo que amamos fazer. É a hora em que você pode se perder na música que você faz e ter uma interação direta com as pessoas na platéia – o que é mútuo. Nós tentamos nos esforçar ao máximo nos shows e gostamos de fazer um espetáculo, para que as pessoas possam ver que estamos nos divertindo.

O último álbum do Muse em estúdio foi “Black Holes & Revelations”, de 2006. Depois disso, vocês lançaram o disco ao vivo “HAARP”. Por que vocês decidiram lançar um álbum ao vivo agora e quando vocês pretendem gravar novas canções?

Nós sentimos que o show de Wembley tinha que ser gravado e quando nós o assistimos, nós achamos que tinha que ser lançado, uma vez que se tratava de um destaque da carreira da banda. Nós estamos trabalhando em novas canções agora e pretendemos lançá-lo daqui a mais ou menos um ano.

Vocês sofrem muita pressão de fãs para manterem o mesmo estilo musical que os tornou famosos ou vocês pensam em gravar algo inovador?

Nós não sofremos nenhuma pressão de ninguém sobre o tipo de música que devemos fazer. Tocamos sempre o que nos agrada e o que nos deixa entusiasmados, mas quando vamos gravar um novo álbum, nós sempre temos interesse em explorar áreas da música que nunca fizemos antes.

Quais são as expectativas da banda em relação aos shows no Brasil e ao público dessas apresentações?

Nós estamos muito entusiasmados. Nós queríamos vir há muito tempo. Minha expectativa em relação ao público é que ele seja interessante, inteligente e sexy.  Tenho certeza que vai haver muita energia da platéia, o que vai nos dar ainda mais energia para a apresentação.

Anúncios