sub som

OUVIMOS: Wavves – ‘King of the beach’

Posted in álbum by Bruno Boghossian on 10 julho, 2010

Wavves – ‘King of the beach
Nota: 3,5 / 5
Destaque:
‘Baseball cards’

Se você conhece os trabalhos anteriores do Wavves, é melhor abrir espaço para um som completamente diferente. Depois de dois discos barulhentos, cheios de sons distorcidos e vocais poluídos, o grupo formado na cidade praiana de San Diego parece ter abraçado a surf rock como vocação e se prepara para lançar o animado – e talvez debochado – ‘King of the beach’.

Difícil saber o que provocou essa mudança radical na sonoridade da banda, mas ficou claro que o compromisso com o experimental era despretensioso o suficiente para que os músicos adotassem essa transformação radical. Afinal, abandonar o hermético noise rock para tocar para surfistas supostamente desmiolados é um sinal de que a prepotência não faz parte do repertório.

Se por um lado o Wavves manteve o modo irritante de compor suas canções melodias e versos repetitivos, por outro o vocalista Nathan Williams continua cantando de forma natural, agressiva e descolada, provando que a transformação não foi um passo em direção à ‘música comercial’.

É até curioso interpretar o som mais pop rock de ‘King of the beach’ como uma provocação ao próprio noise rock – a exemplo do som zombeteiro feito pelos também americanos do Of Montreal, como se pode ouvir em ‘Convertible balloon’. Indícios dessa possível atitude estão na frequência do corinho que acompanha o som da surf music e a balada debochada que é a canção ‘When will you come’.

Mais que pura diversão para os autores, o disco tem faixas de grande qualidade, com destaque para a excelente ‘Baseball cards’, mantendo os samples eletrônicos repetitivos e experimentais que tornaram a banda conhecida, além do vocal poluído. Entre mortos e feridos…

Ouça mais: http://www.myspace.com/wavves