sub som

Pedro Zopelar: High Tech, Low Life

Posted in álbum, música by Gabriel Paiva on 8 outubro, 2008

Iniciando a carreira de DJ, o mineiro radicado no Rio de Janeiro Pedro Zopelar tem todo o prazer em lançar seu primeiro set, “High Tech, Low Life”, aqui no sub som. Além de compositor, arranjador, multiinstrumentista e produtor (produziu duas demos, “Mine for the Lune” e “Funeral Love”, ambas no Myspace do cara), já tocou com grandes nomes da música instrumental brasileira: Itiberê Zwarg (Hermeto Pascoal), Neném Batera (Toninho Horta), Kiko Continentino (Milton Nascimento), Paulo Sá, Silvio Gomes, Beto Guedes, entre muitos outros. Além disso, já foi metaleiro (de cabelão e tudo), estudou contraponto na faculdade e tem uma formação erudita (altamente perceptível em “Mine for the Lune”).

O set “High Tech, Low Life” tem fortes influências de vertentes antigas da e-music, como ítalo disco, e basicamente vertentes diferentes da disco music, como nu disco, space disco, re-edits, etc. Dá pra perceber um pouco de Alexander Robotnick, Greg Wilson, Burnski e N.O.I.A. A arte fica por conta do cartunista Camilo, editor da revista de humor Jararaca Alegre. Muito bom.

Companheiro de vários nomes da cena underground, Pedro bate ponto no Dama de Ferro, o único club true que restou no RJ. “Pode até fumar!”, costuma dizer. Adora as festas “Polenta” (Dama de ferro), Noize (Juiz de fora), freak-chic (D-edge), Caviar (Vegas) e os djs Serge, Jota, Kureb, Márcio Vermelho, Pejota e Marcos Morcef. É também um exímio discípulo de Estamira e já a visitou em formato invísivel, transparente, diversas vezes.

Você pode baixar o set aqui. E comentar o que achou :)

Anúncios